token de renda fixa, rendimento, investimentos, token, tokenização

Token de renda fixa com rendimentos por juros: entenda mais!

calendar_month 10/03/2022

O token de renda fixa, também conhecido como token de antecipação de recebíveis, é uma alternativa de baixo risco e com remunerações geralmente pré-definidas que podem fazer a diferença em sua carteira.

Muita gente não sabe que o funcionamento dos tokens varia de acordo com o ativo tokenizado e que é possível encontrar uma opção que combina mais com cada perfil de investidor. O token de renda fixa é um bom exemplo disso, porque é muitas vezes comparado a modelos já conhecidos pelos investidores em geral, como o Tesouro Direto ou o CDB.

Aqui, vamos te explicar tudo o que você precisa saber sobre os tokens de renda fixa (ou de antecipação de recebíveis) com rendimentos por juros. Boa leitura!

O que é antecipação de recebíveis?

Como a própria palavra induz, é a prática em que uma empresa recebe antecipadamente certo valor que iria receber eventualmente, em um prazo maior. Para isso, a empresa oferece devolver o pagamento com juros a todos aqueles que disponibilizarem capital.

A antecipação de recebíveis é um recurso, ou estratégia, utilizado frequentemente pelas mais diferentes empresas e tipos de negócios, por exemplo os recebíveis imobiliários. Essa prática propicia liquidez imediata e, em contrapartida, aqueles que providenciaram o capital contam com um retorno advindo de uma porcentagem calculada em cima do investimento, geralmente, pré-acordada. As partes também deixam pré-definidas as datas para o recebimento dos pagamentos e/ou um prazo final.

Como funcionam os rendimentos por juros do token de renda fixa?

Quando você adquire um token de renda fixa, obtém o direito de ter o seu valor investido de volta com o adicional de um acréscimo pré ou pós-definido. Ele é muito similar ao empréstimo formal. Você garante certo valor para o emissor do token, determinado a partir do mínimo requerido pelo projeto.

Depois disso, dentro de um período também pré-estabelecido, você tem o direito de receber o seu dinheiro de volta com o adicional dos juros que foram estabelecidos no processo de emissão do token.

Imagine, por exemplo, que uma empresa tenha fornecedores que a paguem regularmente. Sendo assim, essa empresa tem a certeza de que irá receber certo valor, por exemplo, R$200 mil, dentro de um período de três anos.

Então, esse recebimento pode ser tokenizado, com cláusulas bem definidas em seu Smart Contract que sirvam como garantia jurídica, e todas as pessoas interessadas podem adquirir os tokens.

Os direitos especificados na emissão do token devem incluir uma taxa de juros e um prazo para o pagamento dos donos do token, como 12% ao ano em três anos.

Os tokens de renda fixa podem envolver remunerações mensais, semestrais, anuais ou ao fim do projeto. Isso também estará determinado pelo contrato emitido no processo de tokenização.

Neste exemplo, vamos supor que o pagamento aos donos dos tokens seja realizado apenas com o fim do projeto. Assim, ao final dos três anos, a empresa devolve a quantia paga na compra dos tokens com o adicional dos 12% de juros.

Basicamente, este é o funcionamento dos tokens de renda fixa com rendimentos por juros!

Esperamos que você tenha descoberto mais sobre as possibilidades que os tokens de renda fixa com rendimentos por juros trazem para a sua carteira de investimento. Caso você seja um investidor que possua pouca tolerância a riscos, esses tokens podem ser a sua melhor escolha.

Quer saber mais sobre tokenização? Confira o perfil da Liqi no Instagram.

Outros artigos

Qual a diferença entre Tipos e Perfis de Investidor, O que define os 3 perfis de investidor relacionados a risco, O que é o tipo de Investidor Qualificado, Quais são as vantagens para os Investidores Qualificados, Como se tornar um investidor qualificado, O que é o tipo de Investidor Profissional, O que é o tipo de Investidor Institucional, O que é o tipo de Investidor de Varejo, Quais tipos de investimentos estão disponíveis para o Investidor de Varejo

Tipos de investidores: qualificado, profissional, institucional e de varejo

Quando se trata de investimentos, conhecer a sua categoria de tipo de investidor pode abrir portas para diversas oportunidades financeiras. Os...

13/06/2024

Saiba mais

Como funcionam as DLTs e Blockchain? | Tatiana Revoredo

Tatiana Revoredo explica quais as principais diferenças entre as blockchain públicas e as blockchains privadas (conhecidas como DLTs). Segundo...

07/06/2024

Saiba mais
O que é uma securitizadora e qual o seu papel no mercado financeiro, O que é securitização, Que tipos de ativos podem ser securitizados, como CRA, CRI, Debênture e Certificado de Recebíveis, Quais são os principais pilares da securitização, Qual é o processo de securitização, Por que investir em títulos securitizados e Quais são as tendências para o futuro da securitização com o uso de blockchain e tokenização.

O que é securitização, o que fazem as securitizadoras e qual sua importância para o mercado financeiro?

A securitização é um processo financeiro complexo, mas essencial no mundo moderno dos investimentos e finanças. Vamos descomplicar o tema e...

05/06/2024

Saiba mais

Saiba das novidades cripto antes de todo mundo!

Assine a nossa newsletter semanal e receba todas as atualizações sobre o mercado que nunca para.