Renda Variável: tudo o que você precisava saber sobre ela!

Renda Variável: tudo o que você precisava saber sobre ela!

calendar_month 21/10/2021

Se o seu perfil de investidor está mais voltado para investimentos nem tão conservadores e até mesmo os mais ousados, a Renda Variável é uma ótima opção.

Preparamos este artigo com tudo o que você precisa saber sobre ela para realizar as melhores escolhas no momento do investimento.

Boa leitura!

O que é e como funciona a Renda Variável?

Podemos entender a Renda Variável como aquele tipo de investimento que não traz garantia de ganhos fixos e nem a devolução da quantia total que foi investida. Podem ocorrer variações para mais ou para menos.

Ou seja, o investidor pode tanto ganhar quanto perder o dinheiro investido por conta da volatilidade do ativo durante o período em que o investimento foi realizado. Não tem como a pessoa saber com antecedência quando o dinheiro irá render após determinado período, podendo receber até mesmo menos do que investiu.

Quais são os principais tipos?

  • Ações: são papéis que representam o menor pedaço de uma empresa que optou por permitir que investidores pudessem fazer parte da sociedade. Dessa forma, quem investe em ações, pode se tornar sócio da empresa. As ações são negociadas na Bolsa de Valores e seu valor é volátil, podendo subir ou cair;
  • Fundos de ações: são fundos de investimento que são aplicados principalmente em ações. O valor das cotas do fundo pode subir ou cair de acordo com as ações;
  • Ouro: O ouro pode ser negociado por meio de contratos na Bolsa de Valores ou mesmo em forma física, comprado por peso, por exemplo. Ele tem sua cotação variável, podendo se valorizar ou se desvalorizar conforme o comportamento do mercado;
  • Câmbio: são investimentos feitos em moedas, como o real, o dólar, o euro ou a libra, por exemplo, e que podem variar de acordo com a cotação do dia;
  • Derivativos: são contratos negociados na Bolsa de Valores. O valor dos derivativos depende de um outro ativo, que pode ser físico (como uma ação de empresa ou ouro, por exemplo), financeiro, como índice da Bolsa, ou uma taxa de juros.
  • Criptoativos: são ativos digitais protegidos por criptografia, como os tokens e as criptomoedas, que podem, dependendo do tipo, ter seus valores variando de acordo com o comportamento do mercado.

Diferença entre Renda Fixa e Renda Variável

Já sabemos que a Renda Variável é aquela em que há mais riscos de perdas, mas há também chances boas para que você possa ter um excelente retorno.

Por isso que esse tipo de investimento é indicado para investidores dos perfis Moderados e Arrojados, que estão dispostos a assumir riscos em prol da possibilidade de retornos altos.

Já o conceito da Renda Fixa é bem simples: em investimentos desse tipo, o cálculo da remuneração já está previamente definido e conhecido pelo investidor desde o momento em que ele aplica seu capital.

Pensando de forma geral, quando você adquire um título de Renda Fixa, está “emprestando” dinheiro e espera receber em troca o valor aplicado junto a juros, que são a remuneração pelo tempo que o capital está investido.

O mundo dos investimentos vem se democratizando cada vez mais. Hoje em dia, para que você possa realizar bons investimentos, não precisa ter um grande patrimônio, um negócio multimilionário, ganhar na loteria ou ter uma herança. Dentro das possibilidades de cada perfil de investidor, todos podem entrar de cabeça no universo dos investimentos!

Quer saber mais sobre o universo da tokenização, dos criptoativos e dos investimentos no Brasil e no mundo? Confira o perfil da Liqi no Instagram.

Outros artigos

Vantagens da tokenização para o investimento em crédito | André Pina

Vantagens da tokenização para o investimento em crédito | André Pina

André Pina discute as principais vantagens da tokenização no mercado de crédito, destacando como a tecnologia blockchain pode automatizar e...

24/05/2024

Saiba mais
O que é garantia em operações de crédito, Quais são os principais tipos de garantias de crédito, Como funciona a Alienação Fiduciária, Como funciona a Cessão Fiduciária, Como funciona a garantia de Devedor Solidário, Como funciona a garantia por Fiador, Como definir qual a garantia ideal para cada tipo de operação de crédito

Como funcionam os diferentes tipos de garantias de crédito?

Quando se trata de operações de crédito e investimento, entender o papel das garantias é essencial para mitigar riscos e proteger os interesses...

23/05/2024

Saiba mais
O que é Alienação Fiduciária, Para que serve a Alienação Fiduciária, Como funciona a Alienação Fiduciária nos investimentos, O que é Cessão Fiduciária, Para que serve a Cessão Fiduciária, Como funciona a Cessão Fiduciária nos investimentos, Vantagens e desvantagens da Alienação e Cessão Fiduciária

O que é Alienação Fiduciária e Cessão Fiduciária: para que servem e como funcionam?

“Alienação Fiduciária” e “Cessão Fiduciária”  são dois termos frequentemente utilizados quando o assunto é investimentos e...

17/05/2024

Saiba mais

Saiba das novidades cripto antes de todo mundo!

Assine a nossa newsletter semanal e receba todas as atualizações sobre o mercado que nunca para.