O que é CCB e como funcionam os tokens de recebíveis de CCB?

O que é CCB e como funcionam os tokens de recebíveis de CCB?

calendar_month 16/03/2023

Os investimentos em CCBs (Cédulas de Crédito Bancário) têm se destacado como uma opção atraente, oferecendo rentabilidades elevadas e riscos moderados.

Como investir está se tornando uma atividade cada vez mais comum entre os brasileiros, que buscam alternativas para aumentar sua renda e alcançar seus objetivos financeiros, os tokens de ativos lastreados em CCBs também têm ganhado espaço no mercado financeiro!

Esses tokens permitem que os investidores acessem esses títulos de forma mais fácil e simplificada.

Neste texto, vamos explorar em mais detalhes o que são os investimentos em CCBs e os tokens de CCBs, como eles funcionam e quais são os riscos e benefícios envolvidos em cada um deles!

Vamos lá?

O que é CCB (Cédula de Crédito Bancário)?

CCB é a sigla para Cédula de Crédito Bancário. Trata-se de um título de crédito emitido por uma instituição financeira que representa um empréstimo tomado por uma pessoa física ou jurídica. 

É uma forma de securitização do crédito, ou seja, é um título que pode ser negociado no mercado financeiro e serve como alternativa para captação de recursos. 

A Cédula de Crédito Bancário surgiu com a Lei nº 10.931, de 2 de agosto de 2004, como uma alternativa às Letras de Crédito Imobiliário (LCI) e Letras de Crédito do Agronegócio (LCA), que são títulos emitidos por instituições financeiras com o objetivo de captar recursos para financiar o setor imobiliário e o agronegócio.

A principal diferença entre a CCB e as LCI e LCA é que a Cédula de Crédito Bancário pode ser emitida para financiar qualquer tipo de atividade econômica, não se restringindo apenas aos setores imobiliário e agropecuário.

Outra característica da CCB é que ela pode ser emitida com ou sem garantia real

No caso da CCB com garantia real, o empréstimo é garantido por um bem, como um imóvel ou um veículo, por exemplo. Já na CCB sem garantia real, o empréstimo é garantido apenas pela capacidade financeira do tomador de crédito.

A Cédula de Crédito Bancário é um título nominativo, ou seja, é emitida em nome do tomador de crédito. Ela pode ser transferida a terceiros por meio de endosso e é registrada em sistema

Como funcionam os investimentos em CCB?

A CCB é uma promessa de pagamento emitida pelo banco ou cooperativa de crédito ao investidor. 

Ou seja, a instituição financeira se compromete a pagar uma determinada quantia em dinheiro ao investidor em uma data futura, acrescida de juros acordados previamente.

A CCB é uma opção interessante para quem deseja investir em renda fixa, pois apresenta algumas vantagens em relação a outras opções de investimento, como os CDBs (Certificados de Depósito Bancário) e as Letras de Crédito.

Uma das principais vantagens da CCB é a sua rentabilidade. Como os juros são acordados previamente entre a instituição financeira e o investidor, é possível obter uma rentabilidade maior em comparação com outras opções de investimentos em renda fixa.

A CCB também conta com boa liquidez, ou seja, é possível vendê-la antes do prazo de vencimento. É importante lembrar, no entanto, que essa venda pode resultar em perdas financeiras, caso a venda seja realizada por um valor inferior ao valor de compra.

O prazo para o pagamento do investimento pode variar, mas geralmente é de médio a longo prazo, podendo chegar a alguns anos. É importante lembrar que, uma vez que o investimento é feito, o dinheiro fica bloqueado até o vencimento do título.

Algo a se atentar é o fato de que a CCB oferece um nível médio de risco, porque não é protegida pelo FGC, mas pode estar lastreada em garantias reais, como veículos ou imóveis.

Outro ponto importante a ser considerado é que, como se trata de um investimento de renda fixa, o retorno é previsível e, portanto, a rentabilidade costuma ser menor do que em investimentos de renda variável.

O que são Tokens de Ativos lastreados em CCBs?

Os Tokens de Ativos lastreados em CCBs, também conhecidos como Tokens de CCBs, são uma nova forma de investimento em crédito privado que vai ganhar destaque nos próximos anos. 

Eles são uma modalidade de Tokens de Recebíveis, no caso, a partir de um ativo financeiro CCB, tornando-o mais acessível e líquido.

As CCBs são títulos de crédito privado emitidos por instituições financeiras e utilizados para financiar diversas atividades, como empréstimos pessoais, financiamentos imobiliários e empresariais. 

Quando um CCB é tokenizado, ele é fragmentado em diversos tokens digitais que representam uma fração desse título.

Dessa forma, os investidores podem comprar esses tokens e ter exposição aos ativos lastreados em CCBs sem a necessidade de adquirir o título completo

Isso torna o investimento em CCBs mais acessível e democrático, permitindo que investidores de todos os portes possam investir em crédito privado.

Além disso, a tokenização de CCBs também traz outros benefícios, como maior liquidez, já que os tokens podem apresentar pagamentos mensais como amortizações. 

Desse modo, quem investe não fica com seu dinheiro todo preso durante o período do investimento, mas vai recebendo aos poucos e pode reinvestir.

A tecnologia de blockchain é utilizada para garantir a transparência e a segurança da tokenização de CCBs, já que as transações são registradas em um livro-razão descentralizado e imutável, garantindo a integridade dos dados e a impossibilidade de falsificação.

Como funcionam os Tokens de CCBs?

Ao investir em uma Cédula de Crédito Bancário, o investidor está emprestando dinheiro para a instituição financeira que emitiu o título. 

Em troca desse empréstimo, o investidor receberá juros sobre o valor investido, além do retorno do valor principal no final do prazo estabelecido.

No caso do Token de CCB o processo é o mesmo, a única diferença é que a maior parte desse fluxo acontece por meio digital e pela blockchain! Confira:

  1. O devedor solicita um financiamento para o qual é emitida uma CCB.
  2. Por meio da plataforma da Liqi, o emissor emite tokens que representam frações da CCB.
  3. Todas as pessoas interessadas adquirem quantos tokens quiserem na plataforma da Liqi.
  4. A Liqi transfere o valor captado nas vendas para o emissor.
  5. Nas datas previstas para os tokenistas receberem seus pagamentos, o emissor transfere os recursos para a Liqi.
  6. A Liqi distribui os pagamentos proporcionais entre os adquirentes do token.

Para resumir

CCBs são títulos de crédito privado emitidos por instituições financeiras, que funcionam como empréstimos

Esses títulos oferecem rentabilidades atrativas, mas também envolvem riscos, como a possibilidade de inadimplência do banco emissor do título.

Os tokens de ativos lastreados em CCBs, por sua vez, são uma forma de investimento que permite aos investidores acessarem esses títulos de forma mais fácil e simplificada

Ao investir em um token de ativo lastreado em CCB, o investidor está comprando uma fração de um CCB, o que pode oferecer vantagens como maior liquidez e menor custo de transação.

De qualquer modo, é fundamental que os investidores avaliem os riscos e benefícios envolvidos em ambos os tipos de investimento e façam uma alocação adequada de recursos, considerando seu perfil de investidor e seus objetivos financeiros.

 

Quer ficar por dentro de tudo o que acontece no universo cripto?

Siga a Liqi nas redes sociais:

➜ Instagram: https://www.instagram.com/liqibr/

➜ YouTube: https://www.youtube.com/@LiqiDigitalAssets/

➜ LinkedIn: https://www.linkedin.com/company/liqidigitalassets/

➜ Tik Tok: https://www.tiktok.com/@liqibr

➜ Twitter: https://twitter.com/liqibr

➜ Newsletter: https://www.liqi.com.br/newsletter

 

Aproveite para conhecer o SITE da Liqi: https://www.liqi.com.br/

Outros artigos

Vantagens da tokenização para o investimento em crédito | André Pina

Vantagens da tokenização para o investimento em crédito | André Pina

André Pina discute as principais vantagens da tokenização no mercado de crédito, destacando como a tecnologia blockchain pode automatizar e...

24/05/2024

Saiba mais
O que é garantia em operações de crédito, Quais são os principais tipos de garantias de crédito, Como funciona a Alienação Fiduciária, Como funciona a Cessão Fiduciária, Como funciona a garantia de Devedor Solidário, Como funciona a garantia por Fiador, Como definir qual a garantia ideal para cada tipo de operação de crédito

Como funcionam os diferentes tipos de garantias de crédito?

Quando se trata de operações de crédito e investimento, entender o papel das garantias é essencial para mitigar riscos e proteger os interesses...

23/05/2024

Saiba mais
O que é Alienação Fiduciária, Para que serve a Alienação Fiduciária, Como funciona a Alienação Fiduciária nos investimentos, O que é Cessão Fiduciária, Para que serve a Cessão Fiduciária, Como funciona a Cessão Fiduciária nos investimentos, Vantagens e desvantagens da Alienação e Cessão Fiduciária

O que é Alienação Fiduciária e Cessão Fiduciária: para que servem e como funcionam?

“Alienação Fiduciária” e “Cessão Fiduciária”  são dois termos frequentemente utilizados quando o assunto é investimentos e...

17/05/2024

Saiba mais

Saiba das novidades cripto antes de todo mundo!

Assine a nossa newsletter semanal e receba todas as atualizações sobre o mercado que nunca para.