equity token, o que são os equity tokens, token de participação, token, tokenização

Equity Tokens: saiba tudo sobre os tokens de participação de empresas!

calendar_month 24/08/2021

A tokenização vem ganhando cada vez mais o mercado financeiro, principalmente pelo fato de ajudar na democratização de investimentos. E existem diversos tipos de tokens disponíveis, o que pode gerar alguma dúvida, tanto para quem investe quanto para quem quer tokenizar seus ativos. Pensando nisso, preparamos este artigo com tudo o que você precisa saber sobre um dos tipos de tokens disponíveis: os Equity Tokens.

Boa leitura!

O que são os Equity Tokens?

Podemos entender os Equity Tokens como uma espécie de ativos tradicionais de ações, que representam uma participação em determinadas empresas subjacentes. Com esse tipo de tokens, você tem direito a parte dos lucros e direito de votos no momento de decisão do futuro da empresa.

A diferença entre os Equity Tokens e as ações tradicionais reside no fato de que as ações são registradas em um banco de dados junto a um certificado de papel, mesmo que digitalizado. Já os tokens ficam registrados na Blockchain.

Os Equity Tokens podem ser divididos em classes. Temos as “ações ordinárias”, em que, geralmente, o poder de voto e lucros é dividido igualmente. Por exemplo: se a empresa libera 100 Equity Tokens, cada token dá direito a 1% dos ganhos da empresa e 1 voto de 100 nas decisões.

Existem também os Equity Tokens Classes A e B, que podem alterar os direitos de voto. Os de Classe A, por exemplo, podem dar a quem os possui 10 votos por cada token, enquanto os de Classe B garantem 5. Os benefícios também se estendem às porcentagens de ganhos de lucros, aumentando de acordo com a classe dos Equity Tokens. 

Os Equity Tokens são classificados como transações padrão de valores mobiliários pela Securities and Exchange Comission (SEC).

Os Equity Tokens podem ser oferecidos publicamente para os investidores, assim como os Security Tokens, por meio de uma STO (Security Token Offering), que são parecidas com as IPO (Initial Public Offering), mas apresentam suas próprias vantagens:

  • agilidade na abertura de capital: empresas conseguem ter seus tokens negociados muito mais rapidamente do que levariam para fazer uma IPO;
  • praticidade de negociação: Por meio da STO, startups podem oferecer seus tokens muito mais facilmente;
  • acesso para investidores menores: os valores dos tokens em uma STO costumam ser muito mais baratos do que aqueles na bolsa de valores.

E, afinal, o que são os Security Tokens?

Esses tokens funcionam como um ativo de título tradicional também, mas representando uma participação na riqueza gerada por terceiros. Diferente dos Equity Tokens, entretanto, eles são produtos de investimentos na Blockchain que não dão propriedade às empresas subjacentes, apenas tirando valor delas.

Bastante populares, os Security Tokens são adquiridos como forma de investimento, para que possam ser vendidos no futuro, gerando lucro para quem investiu neles. E, diferente de outras criptomoedas, os Security Tokens usam como base para seu valor as métricas relacionadas à performance corporativa. Assim, o investidor pode, por exemplo, conseguir alguma participação nos lucros ou ser projetado para gerar valor com base no ecossistema da empresa.

Para a SEC, os Security Tokens agem como transação padrão de valores mobiliários.

Quais as vantagens da tokenização?

Se você ainda está se perguntando por que investir em tokens, saiba que participação de empresa é apenas um dos exemplos dos ativos que podem ser tokenizados.

A tokenização também facilita com que os investidores possuam a custódia de seus ativos em forma de tokens e tenham maior controle sobre seus próprios capitais.

Os tokens já estão presentes no mercado e podem diversificar ainda mais a sua carteira de investimentos! 

Não há porque abandonar a bolsa de valores, mas vale muito a pena expandir o seu acesso a ativos e oportunidades de retorno.

Aproveite para seguir a Liqi no Instagram e ficar por dentro de todas as novidades do universo da tokenização e mais!

Outros artigos

Qual a diferença entre Tipos e Perfis de Investidor, O que define os 3 perfis de investidor relacionados a risco, O que é o tipo de Investidor Qualificado, Quais são as vantagens para os Investidores Qualificados, Como se tornar um investidor qualificado, O que é o tipo de Investidor Profissional, O que é o tipo de Investidor Institucional, O que é o tipo de Investidor de Varejo, Quais tipos de investimentos estão disponíveis para o Investidor de Varejo

Tipos de investidores: qualificado, profissional, institucional e de varejo

Quando se trata de investimentos, conhecer a sua categoria de tipo de investidor pode abrir portas para diversas oportunidades financeiras. Os...

13/06/2024

Saiba mais

Como funcionam as DLTs e Blockchain? | Tatiana Revoredo

Tatiana Revoredo explica quais as principais diferenças entre as blockchain públicas e as blockchains privadas (conhecidas como DLTs). Segundo...

07/06/2024

Saiba mais
O que é uma securitizadora e qual o seu papel no mercado financeiro, O que é securitização, Que tipos de ativos podem ser securitizados, como CRA, CRI, Debênture e Certificado de Recebíveis, Quais são os principais pilares da securitização, Qual é o processo de securitização, Por que investir em títulos securitizados e Quais são as tendências para o futuro da securitização com o uso de blockchain e tokenização.

O que é securitização, o que fazem as securitizadoras e qual sua importância para o mercado financeiro?

A securitização é um processo financeiro complexo, mas essencial no mundo moderno dos investimentos e finanças. Vamos descomplicar o tema e...

05/06/2024

Saiba mais

Saiba das novidades cripto antes de todo mundo!

Assine a nossa newsletter semanal e receba todas as atualizações sobre o mercado que nunca para.