bitcoin, história do bitcoin, o que é o bitcoin, criptomoedas, criptoativos

Bitcoin: saiba tudo sobre a história da principal criptomoeda do mercado!

calendar_month 27/05/2022

O Bitcoin é a criptomoeda mais popular atualmente. E muito disso vem da sua história, que começou lá em 2008, com a criação do white paper por Satoshi Nakamoto, praticamente uma entidade misteriosa até os dias de hoje.

Neste artigo, falaremos mais sobre como o Bitcoin surgiu e a sua história ao longo desses anos até se tornar essa febre que é atualmente. Boa leitura!

O que é o Bitcoin?

Podemos entender o Bitcoin (ou BTC) como um tipo de dinheiro eletrônico peer-to-peer (ponto a ponto) que não precisa de intermediários e nem instituições financeiras ou governos para ser transferido entre pessoas.

Isso quer dizer que, na prática, duas pessoas podem enviar Bitcoins um para o outro, mesmo que estejam em países diferentes, sem a necessidade de bancos ou outros tipos de empresas para cuidar do processo.

As transações são feitas na Blockchain, uma espécie de livro contábil em que estão armazenadas todas as informações relacionadas como a quantia de Bitcoins transacionados, quem enviou, quem recebeu e muito mais.

Essas informações são armazenadas dentro de um bloco, com registro de data e hora. De tempos em tempos, um novo bloco é criado e interligado ao anterior, criando uma cadeia de blocos imutável. A tecnologia Blockchain nasceu junto com o BTC e funciona de maneira que os próprios participantes da rede são os responsáveis por realizar as auditorias.

O BTC surgiu pensando na liberdade daqueles que o possuem, uma vez que ele é totalmente digital, descentralizado e não é controlado por qualquer governo, empresa ou instituição. Nenhuma Casa da Moeda precisa imprimir essa criptomoeda e nenhum Banco Central pode controlar o seu valor. O único fator que define quanto vale o Bitcoin é a lei da oferta e da procura.

Como surgiu o BTC?

O BTC surgiu no dia 31 de outubro de 2008, quando o seu criador, Satoshi Nakamoto, enviou um e-mail para uma lista de pessoas com interesse em criptografia, dizendo que estava trabalhando em um novo sistema de dinheiro eletrônico peer-to-peer, sem a necessidade da intervenção de terceiros nas transações.

A criptomoeda, até hoje, possui um grande mistério, que está longe de ser desvendado : quem é Satoshi Nakamoto. É apenas uma pessoa? Um grupo de pessoas? Existem diversas suspeitas, mas nenhuma confirmação sobre a identidade.

No e-mail enviado por Nakamoto, também estava inserido o link para o white paper do BTC, em inglês. Nele, estavam descritos os fundamentos do Bitcoin, que eram baseados em quatro pontos vitais:

  • É uma rede peer-to-peer, que resolve o problema do gasto duplo (a possibilidade de que as moedas sejam enviadas mais de uma vez);
  • Não tem a necessidade de intermediários, como instituições financeiras ou governos;
  • Permite que os participantes da rede permaneçam anônimos;
  • Usa a Prova de Trabalho (ou Proof of Work – PoW) para gerar os Bitcoins (processo conhecido como mineração) e prevenir o gasto duplo. 

Além disso, no white paper foi definido por Nakamoto que a criptomoeda teria oferta finita. Ao todo, apenas 21 milhões de BTCs poderiam ser mineradas até 2140, gerando a escassez delas. No final de outubro de 2021, de acordo com o agregador Coingrecko, 18,8 milhões de Bitcoins já haviam sido emitidos.

Essa escassez programada acaba fazendo com que o valor do Bitcoin seja bastante volátil. Em novembro de 2021, o BTC atingiu sua alta histórica, passando dos US$ 68 mil. Entretanto, ele vem enfrentando um momento de queda atualmente (maio de 2022), com seu valor variando na casa dos US$ 30 mil e até menos.

Momentos de queda são, normalmente, uma ótima oportunidade para comprar seus Bitcoins, mesmo com o cenário não sendo o mais favorável. Isso porque investir em BTC é pensar sempre no longo prazo e não se deixar afetar pelas variações do seu valor.

Quem estuda o mercado, entende como ele funciona e já sabe as melhores estratégias a serem adotadas, tanto em momentos de queda quanto de alta. Essa percepção não ocorre para aqueles que estão acostumados em investir no mercado tradicional, por isso eles têm receio de vir fazer parte do mercado cripto.

Esperamos que você tenha entendido mais sobre a história da criptomoeda mais popular do mercado. Que tal começar a investir agora?

Se você quer ficar por dentro do universo cripto, siga a Liqi no Instagram e em nosso canal do YouTube!

Outros artigos

O que é a Hyperledger Besu. Quais os casos de uso da Hyperledger Besu. Em quais setores a Hyperledger Besu pode ser utilizada? .Por que a Hyperledger Besu foi escolhida para o Drex (Real Digital).

Hyperledger Besu: como funciona, quais as aplicações e vantagens?

A Hyperledger Besu foi a DLT escolhida pelo Banco Central para o projeto piloto do Drex (também chamado de Real Digital). No mais novo episódio do...

21/02/2024

Saiba mais
Quem é a ABcripto? Qual o papel da ABcripto? Criptoeconomia brasileira. Autorregulamentação ABcripto. Regulamentação cripto no Brasil. Segurança cripto. Bernardo Srur ABcripto. Talkenização podcast Liqi. Cripto é seguro? Tokens são seguros? Investir em ativos financeiros com segurança. Associados ABcripto.

Regulamentação cripto: o papel da ABCripto no mercado financeiro brasileiro

A ABCripto é uma entidade brasileira fundada em 2018 com o objetivo de unir empresas do ecossistema dos criptoativos e blockchain para a...

07/02/2024

Saiba mais
O que são Tokens? Tokens de recebíveis. Renda fixa digital. RFD MB. Mercado Bitcoin renda fixa. Investimento 2024. Investimento acima do CDI. Dica de investimento. Dica de renda fixa. Como funcionam os tokens? Tokens são criptomoedas? Investimentos na blockchain. Investimentos seguros. Investimentos sem volatilidade.

Conheça os Tokens: uma alternativa digital à renda fixa tradicional na blockchain

A renda fixa é um dos modelos mais tradicionais de investimentos de baixo risco, diretamente atrelada à Selic, a taxa básica de juros do Brasil,...

01/02/2024

Saiba mais

Saiba das novidades cripto antes de todo mundo!

Assine a nossa newsletter semanal e receba todas as atualizações sobre o mercado que nunca para.